Explore o seu potencial e revele-se


Olhando para o seu potencial e para os resultados que vem tendo na sua vida, você acha que o seu resultado está compatível com o seu potencial?

Se o resultado estiver compatível, é provável que você esteja fazendo aquilo que ama fazer. Mas se o seu resultado está ruim, lembre-se de acessar o seu potencial, pois ele tem muito a ver com gostar ou aprender a gostar do que fazemos.

Penso que em todas as áreas da vida, quando nós gostamos de uma coisa, fazemos tudo para melhorar sempre naquilo, mas quando não gostamos fazemos o estritamente necessário.

Muitas vezes é preciso um esforço grande para melhorarmos naquilo que não somos tão bons, é como se carregássemos um fardo. Isso acontece quando deixamos de lado nosso potencial e focamos somente no problema, quando deveríamos focar na solução do problema. A certeza de que tudo pode dar certo virá da nossa grande transformação, ao impedirmos que energias externas sobressaiam, que aliemos os nossos sintomas ao nosso centramento e nos conscientizarmos que temos todos os recursos para realizarmos o que quisermos e cumprir assim a grande jornada da vida.

Um exercício simples e que serve para medirmos nossa capacidade de ir além da nossa própria expectativa é esse: ficando de pé e levantando os dois braços na forma de um “V”, alcançamos uma determinada altura com a ponta dos dedos. Mas, se recebermos uma ordem para forçarmos e ir além, com certeza conseguiremos ir mais acima com os braços.

O potencial para ir além nós já tínhamos. Então, porque só fomos mais alto quando forçamos mais da segunda vez? Simplesmente porque mudamos a nossa programação mental.

Nós não temos a menor noção do quanto nós temos de potencial e, se não estivermos atentos, constantemente nos esquecemos dele.

A diferença entre aqueles que têm êxito e aqueles que falham em alcançar uma meta de mudança reside apenas em três elementos essenciais para criar o que Antony Robbins chama de “breakthrough” (algo como ruptura).

É dele a teoria dos 3S: STATE – STORY – STRATEGIC

  1. State = Estado

  2. Story = História

  3. Strategic = Estratégia

  1. STATE – No que é que eu vou focar – qual é o meu foco? Qual é o meu ESTADO?